BAILE PERFUMADO

dezembro 21, 2008 at 2:55 pm (Poemas Avulsos)

belissimaSerão necessárias diversas lutas de palavras

Em estratégias múltiplas de silêncio

Para a descoberta da verdadeira poética da morte

Escritos histéricos feitos de fios de fábulas

Surdos corpos malditos no mar…

Cadernos de espermas? Espumas de sonhos

Oh essas sombras de sangue!

Que vagueiam lúcidas pelos canais do ser

Em busca de um baile pertobavelmente

Perfumado de palavras e sons.

Link permanente 2 Comentários