Desaforismos Melancólicos ou Reflexões Mínimas Apoéticas

julho 15, 2007 at 3:51 pm (Desaforismos Melancólicos)

pennywise.jpg

Apresentação 

Há alguns anos venho desenvolvendo uma intensa pesquisa por máximas, aforismos e reflexões. A Paixão pelas belas frases me tomou já na adolescência, quando organizei o meu primeiro caderninho. Ao todo hoje possuo cerca de 8.000 frases catalogadas em meu computador, dos mais variados assuntos e autores, principalmente Brasileiros.   

A partir desta coletânea sobre estes gêneros literários (se é que podemos chamá-los assim) acabei tomando o hâbito de escrevê-los e colecioná-los também. Nesta pequeno Antologia estão coletadas quarenta  pequenas frases escritas por mim nestes últimos anos. Amor, Arte, Amizade, Deus, Felicidade, Inteligência, Sexo, Vida, Morte, entre outras temáticas estão abordadas nele, tudo de forma simples e polêmica.   

O nome (Des)aforismos Melancólicos ou Reflexões Mínimas Apoéticas foi escolhido para causar certo impacto, visto que os aforismos escritos não são lá essas coisas. As minhas Máximas são em sua maioria céticas ou cínicas, isso se elas não forem caracterizados também como melancólicas ou ridículas. Não pretendo ser um Gadhi, muito menos um La Rochofoucault, mas tenho um pouco dos dois e muito de outros vários aforistas.  

Os aforismos são frases que aconselho sempre serem utilizados, seja para confirmar opiniões, causar impactos, ironizar conversas, pois elas podem  iluminar ou obscurecer certas idéias e principalmente deleitar aqueles que tem bons ouvidos e desejam escutar belas frases em ditos de efeitos. Dois dos maiores gênios da nossa literatura eram exímios colecionadores e também produtores de frases: Machado de Assis e Guimarães Rosa. Isso se não nos referirmos aos não menos destacados Millôr Fernandes, o veterano e hoje desconhecido Marques de Maricà, assim como Nélson Rodrigues e Aparício Torelly, este ultimo conhecido com o nome de Barão do Itararé.   

Para facilitar a leitura das frases decidi organizá-las por temáticas e em ordem alfabética. Todas as frases podem ser utilizadas, desde que eu seja citado como autor. Tenham uma boa leitura e não se esqueça que “ler bem é ouvir em silêncio”, assim escreveu o maranhense Josué Montello, outro excelente aforista brasileiro. 

*************

*

AMOR

1. Não amo, nem odeio ninguém. No máximo, chego a gostar de alguns e sou absolutamente indiferente à maioria.

2. Amor nasce das risadas, dores e frustrações de um mundo exclusivo onde cabem duas pessoas.

3. Prefiro uma espécie de uma amizade perfeita a algo parecido com um amor absoluto.

*

ARTE

*

4. Tornar visível o invisível. Esta é a função da arte.

5. Admiro as artes; entretanto odeio a maioria dos artistas.

6. O artista é um erro da natureza. Mas um erro perfeito.

*

CINEMA

*

7. Cinema: uma força leve que suaviza ou agride a realidade.

*

CRIAÇÃO ARTISTICA

*

8. Criar é multiplicar-se. Fingir é descobrir-se.

*

CULTURA

*

9. Sem cultura, as qualidades de um ser ficam pela metade.

*

DEUS

*

10. O homem é um Deus sem fé.

11. Sou iluminado pela dúvida e escurecido pela certeza de que Deus existe dentro do meu coração.

*

FELICIDADE

*

12. A felicidade é um sonho. A dor é a realidade.

13. É melhor ser um ignorante feliz do que um inteligente infeliz.

14. Não há nada constante na vida, a não ser o inconstante. Não há nada no mundo absoluto, a não ser o relativo.

*

INIMIGO

*

15. Não tenho inimigos, o que possuo na verdade são admiradores que me odeiam.

*

INTELIGÊNCIA

*

16. Os ignorantes chamam a inteligência de desonestidade.

17. Não adianta inteligência sem caráter. Assim como não adianta conhecimento sem coragem.

18. Nunca demonstre a mesma inteligência a todas as pessoas.

*

INTERESSE

*

19. Tudo que fazemos é por interesse: ou para evitar sofrimentos ou para procurar prazeres.

*

LITERATURA

*

20. Literatura: a melhor forma de não esconder nossas loucuras.

21. Livros pedaços de papel com alma e direção.

22. Sou um pedaço de carne cercado de livros por todos os lados.

*

MISTÉRIO

*

23. Dissecar o mistério é como violentar uma criança.

24. Acredito na vida após a morte, mas isso não me impede de morrer.

*

PASSADO  

*

25. O melhor do passado é o presente e o futuro.

*

PRAGMATISMO

*

26. Nunca pise em ninguém, apenas passe por cima.

*

PROBLEMAS

*

27. Todos somos terrivelmente culpados e inteiramente inocentes pelos problemas no mundo.

*

QUALIDADES

*

28. Um grama de bondade e amor vale mais que uma arroba de talento e sucesso.

29. Reputação se adquire com afeto.

*

SABEDORIA  

30. Falar consigo mesmo é loucura; ouvir a si mesmo é sabedoria.

31. Você é o tanto o quanto sabe e muito pouco o quanto diz.

*

SEXO

*

32. Sexo: palavra de apenas quatro letras, mas de infinitos prazeres.

*

SINCERAMENTE

*

33. A sinceridade é inimiga de deus e do diabo.

34. Seja sempre sincero consigo mesmo, e cínico na maioria das vezes com as outras pessoas. Nunca mostre a ninguém totalmente quem você é.

*

RIDICULO

*

35. Não há nada mais ridículo do que ter medo do ridículo.

*

TOLICE

*

36. Procure os sábios, mas não se esqueçam dos tolos – eles nos ensinam como ninguém a não fazermos tolices.

*

TRISTEZA

*

37. Sou feliz, mas minha alma é triste.

*

VELHICE

*

38. A velhice é uma doença cujo remédio é a morte.

VERDADE 

39. Nada é falso e, no entanto, tudo é verdadeiro.

40. Não tenho verdades absolutas e sim convicções relativas.

VICÍOS

41. Ter vícios é uma bela virtude…

VIDA  

42.A vida é uma brincadeira séria. O problema é que eu não sei brincar.

 

 

Anúncios

1 Comentário

  1. João Aguiar said,

    Um filho… sim… acho que Bruno, durante todo esse tempo de pesquisa, durante todas as leituras, buscas e procuras incessantes pelo “algo mais” das frases estava, metaforicamente, gestando um filho. E este rebento, fruto do seu amor incondicional pelas palavras, sobretudo as cortantes e corrosivas, está, a meu ver, mais próximo da luz que imaginamos. Seu trabalho de copilação e apanhado é de um esmero ímpar. A procura por frases impactantes que traduzem momentos intensos ou, por vezes, ensinamentos e filosofias é tarefa para pessoas sensíveis que, na beleza do emaranhado de letras e fonemas, encontra pérolas que só nos apercebemos quando lapidadas pelo olhar mais aguçado. Agradeço a Bruno por ter olhos de grande sensibilidade e, sobretudo, por mantê-los bem abertos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: